quinta-feira, 9 de julho de 2009

UMA ESTÓRIA DE AMOR

Amigas, meu marido recebeu esse belo texto de uma amiga Romena, eu achei muito linda a estória e resolvi publicar, eu vou colocar o texto original e logo abaixo vou postar a adaptação que eu e meu marido fizemos para o português. Faço assim em respeito a fonte original.

The Happiest Day of Your Life"

She married him today.At the end of the wedding party, her mother gave her a newly opened banksavings passbook, with $1000 deposited in it.
She told her, "My dear daughter, take this passbook. Keep it as a record ofyour married life. Whenever something happy and memorable happens in yournew life, put some money in. Write down what it's about next to the amount.The more memorable the event is, the more money you can put in.I've done the first one for you today. Do the others with your husband. Whenyou look back after years, you will know how much happiness you've bothshared.'She shared this with him after getting home. Both of them thought it was agreat idea and couldn't wait to make the next deposit!
This is what thepassbook looked like after a while:
- 7 Feb: $100, his first birthday celebration after marriage
- 1 Mar: $300, she gets a salary raise
- 20 Mar: $200, vacation to Bali
- 15 Apr: $2000, She's pregnant!
- 1 Jun: $1000, He gets the big promotionand so on...
However, as the years went by, they began fighting and arguing over trivialthings. They didn't talk much. They regretted that they had married the mostnasty person in the world...There was no more love.
One day she talked to her Mother. 'Mom, we can't stand it anymore. We havedecided to divorce. I can't imagine how I decided to marry this guy!
'Her mother replied, 'Sure, that's no big deal. Just do whatever you want, ifyou really can't stand it. But before that, do one thing. Remember thesavings passbook I gave you on your wedding day? Take out all money andspend it first. You shouldn't keep any record of such a poor marriage.
'She agreed with her. So she went to the bank, and was waiting in the queueto cancel the account. While she was waiting, she took a look at thepassbook record. She looked, and looked, and looked. Then the memory of allthe previous joyful moments came back to her. Her eyes were filled withtears. She left and went home.When she got home, she handed the passbook to him and asked him to spend themoney before getting divorced.So the next day, he went to the bank, and was waiting in the queue to cancelthe account. While he was waiting, he took a look at the passbook record. Helooked, and looked, and looked. Then the memory of all the previous joyfulmoments came back to him.
His eyes were filled with tears. He left and wenthome.He gave the passbook back to her. She found a new deposit of $5000. And aline next to the record: 'This is the day I realized how much I've loved youthroughout all these years. How much happiness you've brought me.'
O DIA MAIS FELIZ DE SUAS VIDAS


Uma certa mulher casou-se, ao fim da festa de casamento sua mãe deu-lhe uma caderneta de poupança com o valor de $1000,00 depositado nela.

Sua mãe disse-lhe: “Minha querida filha pegue essa caderneta. Mantenha ela como uma recordação de sua vida de casada. Sempre que algo feliz e memorável acontecer em sua nova vida, coloque algum dinheiro lá. Escreva embaixo o que representa esse valor. A cada acontecimento memorável mais dinheiro você coloca nela. Eu fiz o primeiro depósito hoje. Faça os outros com o seu marido. Quando você olhar pra trás depois de anos, você vai saber quanta felicidade vocês tem compartilhado”.

Ela compartilhou isso com seu marido depois que chegou em casa. Ambos pensaram que isso era uma grande idéia e não podiam esperar para fazer o próximo depósito! Isso é o que a caderneta mostrou depois de um tempo:

- 7 de fevereiro: $ 100 – primeira comemoração de aniversário de seu marido depois de casada.
- 1 de março: $ 300 – ela recebeu um aumento de salário.
- 20 de março: $200 – féria em Bale.
- 15 de março: $ 2000 – ela ficou grávida.
- 1 de junho: $ 1000 – ele teve uma grande promoção e então...

No entanto, os anos foram passando e eles começaram a brigar e discutir sobre coisas triviais, eles não se falavam mais. Ambos se lamentavam por terem se casarado com a pessoa mais desprezível do mundo... Eles não tinham mais amor.

Um dia, ela falou para sua mãe: “Mãe, nós não podemos ficar juntos mais. Nós decidimos nos divorciar. Eu não posso imaginar como eu decidi me casar com esse rapaz?”

Sua mãe respondeu: “Certo, mas isso não é um bom negócio, apenas faça o que você quer, se você realmente não pode mais ficar com ele, mas, antes disso, faça uma coisa. Se lembra da caderneta de economias que eu dei a você no dia do seu casamento? Pegue todo o dinheiro e gaste ele primeiro. Você não deverá manter qualquer recordação desse pobre casamento”.

Ela concordou com sua mãe. Então ela foi ao banco, ficou esperando na fila para encerrar a conta. Enquanto ela estava esperando ela deu uma olhada nas anotações da caderneta de poupança. Ela olhou, e olhou, e olhou e então a memória de todos os agradáveis acontecimentos do passado vieram em seus pensamentos. Seus olhos foram se enchendo de lágrimas, e logo ela deixou o banco e foi para casa.

Quando ela chegou em casa, ela passou a caderneta para ele e pediu-lhe para gastar o dinheiro antes de se divorciarem.

No dia seguinte, ele foi ao banco, ele ficou na fila para encerrar a conta. Enquanto ele estava esperando, ele deu uma olhada nas anotações na caderneta de poupança. Ele olhou, e olhou e olhou. Seus olhos foram se enchendo de lágrimas, ... ele deixou o banco e foi para casa.

Ele deu a caderneta de volta para ela. Ela achou um novo depósito de $ 5000. E na próxima linha havia uma anotação: “Esse é o dia que eu percebi quanto eu tenho amado você durante todos esses anos. Quanta felicidade você tem trazido para mim”.




11 comentários:

Marli Joana disse...

oi Andrea....passei pra agradecer o recado e me deparo com esse texto lindo, efim estou chorando e escrevendo pra você....sou daquelas que se emociona muito e a toda hora, mas ele é realmente lindo.......amei....bjinhos e t+

anni disse...

mmmm, creo que me estoy perdiendo de una bella historia.... y topo por no saber portugues :(

Morocha disse...

Me has emocionado :), Gracias!!
Bello, lo he leido en inglés que entiendo mejor que el portugués, jeje
Saludos :D
Silvana
Morocha

Kariny Diniz disse...

Amiga q historia linda.
Estou igual a Marli - EMOCIONADA.
Q lindo, o AMOR é LINDO!
Poi isso q devemos ter diálogo, em todas as situações, as vezes a gente faz um TEMPESTADE num copinho de água.
bjim lindo, adorei.

Tereza Borges disse...

Ai querida muito lindo esse texto, me emocionei, e penso que deveria ter olhado minha conta de felicidades antes de tomar ums descisões que tomei no passado e hoje acho que poderia ter pensado de outra maneiras, sobre alguns assuntos.
Mas passei para te deixar um bjo
Tereza

Morocha disse...

Claro que sí Andréa, me lo llevo para traducir! Como estoy en reposo es algo que me encantará hacer, espero poder hacerlo bien.
Cariños
Silvana
Morocha

Morocha disse...

Andréa ya te envié a tu mail el texto traducido :)
Cariños
Silvana
Morocha

Fátima disse...

Oi Andréa, que lindo texto. Acho que todos deveríamos ter uma conta bancária assim. No meu caso, até vamos fazendo alguns depósitos, só não fazemos o apontamento do que representam para nós. Espero sinceramente que esses apontamentos nunca nos façam falta. Obrigada por partilhares connosco um texto tão maravilhoso. Bjs
Fátima

Aninha disse...

Minha Lindinha!
Passeei para lhe desejar um Maravilhoso Final de Semana, que Deus lhe abençoe!
Deixo também mil Bjinhos em seu coração e um sorriso enorme pra vc.
Sorria També, rsrsrsrs...
(",)\
./♥\.
_| |_ Aninha.
Lindo!!!!!!!!!!!

Ana disse...

Oi Andréa,depois que eu li o texto,acho que todos que passaram por aqui e leram este texto maravilhoso se emocionaram,as vezes a vida nos leva por rumos que se não pararmos para analisar os momentos bons,lembraremos apenas dos ruins,esse texto realmente tem uma forma linda de pouparmos nossos sentimentos e no final ver qual foi o redimento....agradeço a visitinha bjs e bom final de semana

Anônimo disse...

Que história linda e verdadeira.Quantas vezes não conseguimos ver que a felicidade está em pequenas coisas e pequenos gestos.O que me chamou atenção tbm foi a sabedoria da mãe dela.Parabéns pela história! LInda e edificante!

Josy

Pesquisar este blog