domingo, 6 de dezembro de 2009

PULSEIRA DO SEXO

Olá meninas eu li esse post no blog resistencia e liberdade eu postei no meu outro cantinho, mas como acho importante para nós mães ficarem atentas eu fiquei sem palavras quanto li e ontem também apareceu uma reportagem sobre isso, não lembro qual foi o canal e resolvi postar aqui também, Sei que o texto é longo, mas vale a pena perder um tempinho e ler até ao final.


Dez 09

À primeira vista, uma colorida pulseira de plástico nos pulsos de crianças parece inocente.

Mas na realidade elas são um código para as suas experiências sexuais, onde cada cor significa um grau de intimidade, desde um abraço até ao sexo propriamente dito.

Poderia confundir-se com mais uma daquelas modas que pega, uma vez que é usado por milhares em várias escolas primárias e preparatórias no Reino Unido e custam apenas uns centavos em qualquer banca ao virar da esquina.

Mas as diferentes cores das ditas pulseiras de plástico – preto, azul, vermelho, cor-de-rosa, roxo, laranja, amarelo, verde e dourado – mostra até que ponto os jovens estão dispostos a ir, se proporcionar, desde dar um beijo até fazer sexo.

Andam uns atrás dos outros nos recreios das escolas, na tentativa de rebentar uma das pulseiras. Quem a usava terá de “oferecer” o ato físico a que corresponde à cor. É o “último grito” do comportamento promíscuo que sugere, cada vez mais, que a inocência da infância pertence a um passado distante.

Quase tão chocante como as “festas arco-íris” – encontros com muito álcool e droga à mistura, em que as meninas usam batons de cores diferentes para deixar a “marca” nos rapazes após o sexo oral -, as “pulseiras do sexo”, que custam apenas um euro (um pacote com várias), têm um custo maior que foge ao alcance de muitos pais.

Significado das cores:

» Amarela – é a melhor porque significa das um abraço no rapaz;
» Laranja – significa uma “dentadinha do amor”;
» Roxa – já dá direito a um beijo com língua;
» Cor-de-rosa – a menina tem de lhe mostrar o peito;
» Vermelha – tem de lhe fazer uma lap dance;
» Azul – fazer sexo oral praticado pela menina;
» Verdes – são as dos chupões no pescoço;
» Preta – significa fazer sexo com o rapaz que arrebentar a pulseira;
» Dourada – fazer todos citados acima;


Símbolo de respeito

Como quase em tudo nestas idades, existe um estigma por detrás das pulseiras: quem não as usar é excluído e quem usar as cores preto e dourado é mais respeitado. “No meu grupo da escola, a líder – que serve de exemplo para todos – só usa pulseiras pretas e douradas. Todos os rapazes da minha turma usam pretas e se uma rapariga também usa, eles gostam todos dela”, conta a criança de 12 anos.

Shannel Johnson, de 32 anos, descobriu através da filha, de oito, o significado das pulseiras e admitiu ao The Sun que nunca suspeitaria do código subjacente. Quando a filha Harleigh lhe disse que se alguma rebentasse, tinha de fazer um “bebe com um rapaz”, Shannel teve uma conversa com a filha, chamando-a à realidade.

Esta mãe, preocupada, começou a pesquisar na Internet e descobriu sites onde se vendiam as pulseiras, grupos no Facebook e fóruns de menores a discutir quem usava que cores. Enquanto alguns pais já confiscaram as pulseiras, muitos continuam na ignorância do significado destes acessórios aparentemente da moda.

Fonte: Maqgoo

http://plantao190.com.br/2009/12/01/pulseiras-do-sexo-se-espalham-por-curitiba/

o qusta é mais uma consequência do "politicamente correto" (GRAMSCISMO) e encaixa-se perfeitamente no monstruoso decálogo de Lênin quando o mesmo em seu 1° postulado diz:

1-Corrompa a juventude e dê a ela a liberdade sexual.

Há um tempo atrás surgiu a tese de que "os pais devem deixar a criança fazer o quê tiver vontade para não distorcer a sua personalidade". Tudo não passa de um laboratório, de uma experiência gramscista para saber se o terreno é fértil para o plantio das idéias esquerdopatas.

Ora, sexo é uma maravilha, mas o mesmo deve ser praticado com responsabilidade do contrário a promiscuidade coloca-se muito próxima e o quê pode ser saudável transforma-se em uma dependência.

Permitir que a criança, depois o adolescente faça o quê bem entenda, gera problemas gigantescos e esta tese é responsável porr inúmeras barbaridades que testemunhamos em nosso cotidiano.

Não há mais respeito pelos pais, pelos mais velhos, pelo próximo, pois partindo deste princípio uma grande parcela cresce achando que possui um poder absoluto e porta uma sabedoria que na realidade não existe.

É lamentável esta revelação e claro, do jeito que as coisas caminham a tendência é ficar muito pior.

publicado por RESISTÊNCIA E LIBERDADE às 23:16
LINK: http://resistenciaeliberdade.blogs.sapo.pt/456518.html

4 comentários:

Lin Sousa disse...

olá, já li sobre esse assunto em outros blogs e realmente assusta .. nao tenho filhos mas acho q devemos ficar atentas e conscientizar nossas amigas, parentes, etc .. eu ainda nao sei de ninguemn q use por aqui onde moro ..mas é preciso ficar atento .. tem um questionario de uma promo lá no meu blog p vc .. dá uma olhadinha depois bjs LIN

Nile e Richard disse...

Oi amiga.
Sinceramente fiquei inddignada com todos estes abusos.Li muito a respeito e o que posso afirmar é que os pais estejam alerta quanto ao uso de certos objtos dos filhos.
O abuso sexual á menores dêm várias caras.
Parabéns pelo texto.Muito útil aos pais.

Natal...
É o mês de confraternização Agradecimento pela vida
Bênçãos ao filho de DEUS
União, amor, reflexão!
O melhor presente
è a alegria do teu sorriso
O poder do teu amor
A sinceridade do teu carinho
Enfim a tua amizade.

bjtos.Nile.

Carla Cristina disse...

Olá, bom dia tem selinho pra vc lá no meu blog, abraços Carla.

Ponto cruz Laís disse...

Oi, passei pra ver as novidades e desejar uma ótima semana. Bjos

Pesquisar este blog